Última hora

Última hora

Resgate de reféns na Colômbia termina em tragédia

Em leitura:

Resgate de reféns na Colômbia termina em tragédia

Tamanho do texto Aa Aa

Correu mal a tentativa de resgastar os reféns nas mãos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia. Esta quinta feira, as FARC anunciaram que 11 dos 12 deputados raptados em 2002, foram mortos no passado dia 18 durante o fogo cruzado com um grupo militar.

De acordo com a guerrilha colombiana apenas um deputado sobreviveu isto porque não se encontrava com o grupo na altura do ataque.
´
A viúva do deputado Juan Pablo responsabiliza as FARC pelo sucedido, mas também o governo de Uribe, que diz ter tido a oportunidade para chegar a um acordo humanitário com a guerrilha.

As Forças Armadas Revolucionárias acusam o presidente colombiano de intransigência e afirmam que a morte dos políticos são produto de uma estratégia pouco inteligente.

Em Abril deste ano, os 12 deputados apareceram num vídeo apelando para um solução pacífica, que permitesse o regresso a casa.

A guerrilha, que domina um território do tamanho da Suíça no Sul do país exige a libertação dos cerca de 500 guerrilheiros em troca dos 57 reféns. Entre eles está Ingrid Betancourt, raptada em 2002 durante a campanha para as presidenciais.