Última hora

Última hora

Cinco pessoas detidas por causa das "ameaças terroristas"

Em leitura:

Cinco pessoas detidas por causa das "ameaças terroristas"

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia britânica fez explodir, de forma controlada, um automóvel relacionado com o ataque ao aeroporto de Glasgow. A viatura suspeita estava estacionada no parque do hospital de Paisley onde está internado um dos autores do atentado contra o terminal.

As autoridades explicaram ter destruído o veículo por precaução, uma vez que não tinham qualquer indicação de que este contivesse explosivos.

Até agora foram efectuadas cinco detenções relacionadas com este ataque de Glasgow e com os carros-bomba de Londres.
Os dois primeiros detidos foram os indivíduos que, sábado, fizeram chocar o jipe onde seguiam contra o terminal 1 do aeroporto. O veículo tinha várias bombas no interior, semelhantes às dos atentados falhados de Londres.

A polícia deteve, ainda, um homem e uma mulher na noite de sábado, no centro oeste de Inglaterra. A última detenção aconteceu este domingo, em Liverpool. Nesta cidade e em Houston, perto de Glasgow, foram efectuadas buscas a várias casas.

A ministra britânica do Interior presidiu hoje à quarta reunião em três dias do comité Cobra de segurança nacional. O encontro serviu para discutir as novas medidas anti-terroristas, que incluem a declaração de alerta máximo em todo o Reino Unido.