Última hora

Última hora

Portugal assume presidência da UE

Em leitura:

Portugal assume presidência da UE

Tamanho do texto Aa Aa

A partir de hoje, Portugal dirige os destinos da União Europeia até ao final do ano. Luís Amado, ministro dos Negócios Estrangeiros, recebeu do seu homólogo alemão, Frank-Walter Steinmeier, o testemunho da presidência rotativa dos 27.

Em entrevista à EuroNews, o primeiro-ministro José Sócrates considera que o aspecto mais importante da presidência é o começo da Conferência Inter-Governamental (CIG) entre os Estados-Membros: “eu acho que o mais importante é abrirmos a CIG o mais rapidamente possível e abri-la-emos no dia 23 de Julho e vamos ver se é possível concluir todo o trabalho de negociação e consertação para que no próximo Conselho Europeu os líderes já possam um texto e aprová-lo.”

Além do início da presidência portuguesa, esta data fica também marcada pela liberalização do mercado energético na União. A partir de hoje, todos os consumidores europeus podem escolher os seus fornecedores de gás e electricidade, uma forma de promover preços mais justos e a liberdade de escolha. Alguns países, como a Espanha ou a Grã-Bretanha já tinham liberalizado o mercado energético mas não registaram uma baixa significativa de preços. Uma matéria onde Portugal poderá ter um papel importante.