Última hora

Última hora

Julgamento de Charles Taylor marcado para 20 de Agosto

Em leitura:

Julgamento de Charles Taylor marcado para 20 de Agosto

Tamanho do texto Aa Aa

Charles Taylor compareceu pela primeira vez perante o Tribunal Especial das Nações Unidas para a Serra Leoa. Acusado de crimes de guerra, o antigo presidente da Libéria boicotava desde 4 de Junho o arranque do processo, alegando não ter meios suficientes para a sua defesa.

Com a nomeação de um advogado oficioso a questão foi resolvida e apesar de alguns atrasos para abrir esta audiência preliminar em Haia, os juízes marcaram o arranque do julgamento para o próximo dia 20 de Agosto. Quanto às 11 acusações de crimes de guerra e crimes contra a Humanidade que pesam sobre si, Charles Taylor declarou-se “não culpado”.

Detido na Nigéria por militares da ONU na primavera do ano passado, Taylor foi extraditado para a Libéria para ser julgado, mas o país temeu pelo reacendimento da guerra civil e assim o ex-presidente foi para a Holanda, onde será o primeiro líder africano a ser julgado por um tribunal internacional.

Estima-se em 400 mil, o número de pessoas mortas nos conflitos na Serra Leoa e na Libéria. Taylor responde em Haia por 11 crimes relacionados com a guerra civil na Serra Leoa entre 1991 e 2002 que generalizou o recurso às crianças soldado