Última hora

Última hora

Luta dos ferroviários ameaça voltar a paralisar a Alemanha

Em leitura:

Luta dos ferroviários ameaça voltar a paralisar a Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

O maior movimento de greve registado nos últimos anos na Alemanha promete prolongar-se esta terça-feira. Os dois principais sindicatos dos caminhos-de-ferro apelaram à continuação da paralisação que afectou ontem a maioria do tráfego no país durante 2 horas.

O protesto é o culminar de semanas de negociações salariais inconclusivas entre os sindicatos e a direcção da companhia Deutsche Bahn. Os funcionários exigem um aumento salarial de 7% e a revalorização da antiguidade na carreira.

No Sudoeste e no Leste do país, a paralisação provocou atrasos de várias horas na maioria dos comboios. O sindicato dos maquinistas convocou uma nova paralisação para hoje, entre as 5 e as nove da manhã, que deverá repetir-se ao longo da semana.

A Deustsche Bahn considera que a proposta dos sindicatos poderá colocar em perigo as finanças da companhia. No fim de semana, os sindicatos voltaram a recusar a oferta da direcção de dois aumentos salariais de 2% nos próximos trinta meses.