Última hora

Última hora

Ministro da Defesa japonês demite-se

Em leitura:

Ministro da Defesa japonês demite-se

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro japonês da Defesa anunciou a demissão depois de ter proferido declarações sobre a segunda guerra mundial que chocaram o país. No sábado, Fumio Kyuma, natural de Nagasáqui, disse que a utilização da bomba atómica contra a sua cidade natal e contra Hiroshima tinha sido um meio inevitável para se obter o fim das hostilidades
e a rendição do Japão.

As declarações de Kyuma, a um mês de eleições parlamentares, enfureceram sobreviventes dos bombardeamentos, deputados e membros do governo, levando-o a pedir desculpa e a demitir-se. As declarações contradizem a posição oficial japonesa de que a utilização de armas nucleares nunca tem qualquer justificação.

O primeiro-ministro Shinzo Abe, cuja popularidade está em queda, de acordo com sondagens recentes, já aceitou o pedido de demissão de Kyuma.