Última hora

Última hora

Profissionais receiam destruição do modelo vitivinícola europeu

Em leitura:

Profissionais receiam destruição do modelo vitivinícola europeu

Tamanho do texto Aa Aa

A reforma do vinho, preparada por Bruxelas, vai ser oficialmente apresentada esta quarta-feira. A comissária da agricultura, Mariaan Fischer Boel, quer tornar os vinhos europeus mais competitivos num mercado que começa a ser tomado de assalto por vinhos australianos, californianos ou chilenos.

Mas para Jean-Louis Piton, da confederação geral das cooperativas agrícolas europeias, a reforma de Bruxelas vai destruir o modelo agrícola da Europa: “A vontade da comissária Fischer Boel é introduzir, na União Europeia, um modelo diferente. E nós pensamos que a forma como ela o quer fazer é demasiado violenta, excessiva. E isso pode pôr fim ao modelo tradicional.”

Os vitivinicultores contestam também as regras de etiquetagem propostas, que Bruxelas quer mais simples, para não baralhar o consumidor. A comissão prevê igualmente um grande investimento na promoção e divulgação dos vinhos europeus. Mas, antes de mais, Bruxelas quer pôr fim à produção excessiva de vinhos de mesa, apostando nos néctares de qualidade.