Última hora

Última hora

Estudantes começam a render-se em Islamabad

Em leitura:

Estudantes começam a render-se em Islamabad

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de estudantes islamitas radicais que se encontravam entrincheirados na mesquita de Lal Masjid renderam-se esta quarta-feira às autoridades paquistanesas. O grupo começou a entregar-se ao exército após ter expirado o ultimato imposto pelo Governo paquistanês ao fom de dois dias de confrontos. Os combates da última madrugada provocaram mais um morto após o ministério do interior ter advertido que quem resistisse seria abatido. Desde segunda-feira que o exército ordenou a evacuação da área circundante à mesquita vermelha, cercada pela polícia desde quinta-feira passada, a poucos quilómetros do parlamento paquistanês em Islamabad.

As autoridades temiam a repetição dos ataques dos militantes que desde Janeiro vandalizavam locais como livrarias, lojas de música e casas de massagens. Os confrontos de ontem resultaram na morte de 16 pessoas e mais de 140 feridos. Os resistentes da mesquita pertencem a um grupo de cerca de cinco mil militantes que defendem a guerra santa e querem impôr a lei islâmica no Paquistão. Os fundamentalistas constituem uma oposição sem precedentes ao regime de Pervez Musharraf.