Última hora

Última hora

Finalmente a Rússia vai acolher uns jogos olímpicos de Inverno

Em leitura:

Finalmente a Rússia vai acolher uns jogos olímpicos de Inverno

Tamanho do texto Aa Aa

Reunidos na Guatemala, os delegados do comité olímpico internacional escolheram a cidade de Sochi, junto ao mar negro para receber as olímpiadas de 2014. A alegria dos responsáveis da candidatura russa, contrastava naturalmente com os elementos da delegação sul-coreana de Peyongchang que mais uma vez perderam na votação final, depois de há 4 anos terem sido derrotados por Vancouver.

Sochi foi a cidade escolhida por 51 delegados do COI contra 47 que votaram na cidade sul-coreana.

Na capital da região de Krasnodar, o anúncio da cidade vencedora foi conhecido por volta das 3 da manhã, hora local, e a festa promete durar até ao raiar da aurora já que esta quinta-feira é dia feriado para os funcionários públicos da cidade.

A vitória de Sochi é também uma aposta ganha de Vladimir Putin antes de abandonar a presidência da Russia no próximo ano.

Na apresentação final aos delegados do COI, Putin lembrou que o país é uma potência nos desportos de Inverno, nunca tinha organizado o evento e destacou as qualidades da cidade.

“Sochi é um lugar único. Na primavera podemos desfrutar da praia, mas lá no alto, nas montanhas é Inverno. Esquiei lá há 6 ou 7 semanas e posso garantir-vos que a neve é bastante boa. 70 por cento dos atletas ficarão a menos de 5 minutos a pé dos locais de prova, 5 minutos. Não está mal!”

Sochi fica situada a 1200 quilómetros a sul de Moscovo e a cerca de 500 de Tiblissi, capital da Geórgia.

Na estância junto ao mar negro, tudo terá praticamente de ser construído, mas a garantia de Putin de que não irão faltar recursos financeiros parece ter convecido os membros do Comité Olímpico Internacional.

Um investimento de 12 mil milhões de dólares, de longe o maior de sempre numas olímpiadas de Inverno, que irá mudar por completo a cidade.

As 4 instalações de esqui actuais serão completamente remodeladas e as 7 restantes construídas a partir do nada.

Serão criados dois polos, um no alto da montanha para desportos como o esqui, bobsleigh ou saltos de esqui e outro no centro da cidade que irá acolher as provas de patinagem, curling ou hóquei no gelo.

Em ambos, haverá aldeias olímpicas, que irão permitir aos atletas ficar junto aos locais de prova.

Uma transformação radical que terá de estar pronta até 7 de Fevereiro de 2014, o primeiro dia das vigésimas segundas olímpiadas de Inverno.