Última hora

Última hora

Eurodeputados adiam liberalização dos Correios por mais dois anos

Em leitura:

Eurodeputados adiam liberalização dos Correios por mais dois anos

Tamanho do texto Aa Aa

Liberalização, sim, mas com cuidado. Os eurodeputados deram luz verde à abertura, à concorrência, das cartas de menos de 50 gramas. No entanto, esta liberalização só entrará em vigor a partir de 2011, e não em 2009, como queria a Comissão Europeia. Os eurodeputados concederam ainda um período de transição de mais dois anos – ou seja, até 2013 – aos doze novos Estados membros da União, aos países de reduzida população ou aos que têm uma topografia difícil, mas o texto não define juridicamente estas excepções.

Os eurodeputados, que aprovaram o texto por 512 votos a favor e 155 contra, querem dar, aos Estados membros tempo suficiente para organizarem um “serviço universal”. Isto é, garantir que todos os cidadãos, em qualquer parte do território, mesmo nos cantos mais recônditos, possam receber e enviar o seu correio cinco dias por semana a preços abordáveis. Os Estados membros poderão mesmo financiar este serviço universal.

Esta é a última etapa da liberalização dos serviços postais europeus, iniciada em 2004, com as encomendas. Para entrar em vigor precisa ainda do acordo dos Estados membros.