Última hora

Última hora

Exército libanês entra no campo de refugiados

Em leitura:

Exército libanês entra no campo de refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

As forças armadas libanesas entraram no campo de refugiados palestinianos de Nahr al-Bared.

É o primeiro avanço do exército num cerco que dura desde Maio e já fez mais de 220 mortos, e quebra um acordo tácito que impedia a entrada das forças da ordem no campo, já que o compromisso assinado em 1969, foi anulado em meados dos anos 80.

Na incursão morreram dois soldados elevando para uma centena, as baixas do lado governamental. Do lado dos rebeldes do Fatah al-Islam, um grupo que se crê ter ligações à al-Qaida já morreram pelo menos 80 militantes.

Num outro incidente, em Ain Al-Hilweh, o maior campo de refugiados palestinianos, um antigo membro do extinto grupo armado Jund al-Sham foi abatido a tiro.

“A vítima, era um dos alegados autores do assassinato de dois membros da Fatah, daí a suspeita de uma vigança” como referiu Munir Muqdah, dirigente do movimento.

O Fatah e o Usbat al-Ansar, alegadamente com ligações à al-Qaida, dominam este campo com mais de 70 mil refugiados.

O alegado ajuste contas faz recear uma escalada de violência.