Última hora

Última hora

Sarkozy e Merkel fazem acordo sobre EADS

Em leitura:

Sarkozy e Merkel fazem acordo sobre EADS

Tamanho do texto Aa Aa

A EADS vai ter uma nova estrutura de direcção. O consórcio, dono da construtora aeronáutica Airbus, foi o tema no centro do debate entre o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã Angela Merkel, em Toulouse.

Os dois líderes elogiaram a solução encontrada, que acaba com a dupla linha de comando.

“A França quer o sucesso da EADS: como é possível que uma empresa com um duplo comando, a todos os níveis, possa ter sucesso? Não era possível ficar assim, havia que encontrar uma forma de governo. Nem foi a França que ganhou à Alemanha, nem vice-versa: foi a EADS que ganhou”, disse Sarkozy.

Merkel acrescentou: “Fazer algo pelos empregos na Airbus faz parte da nossa responsabilidade política. Conseguimos isso, de uma forma em que todos ficam a ganhar. Tanto franceses como alemães têm muita gente a trabalhar na Airbus e os empregos dessas pessoas dependem da situação da empresa”.

Até aqui, a presidência da EADS era partilhada por franceses e alemães. Agora, o Conselho de Administração passa a ser chefiado unicamente pelo alemão Ruediger Grube. A presidência executiva fica nas mãos do francês Louis Gallois. O cargo era até agora partilhado com Thomas Enders, que passa a presidir à filial Airbus. No estado-maior da EADS têm assento os governos de França, Alemanha, Espanha e Rússia, além dos grupos Lagardère e DaimlerChrysler.

A cimeira franco-alemã realizou-se em Toulouse, onde está instalada a sede e principal fábrica da Airbus.

Merkel e Sarkozy visitaram o complexo e até comeram na cantina com os trabalhadores, isto numa altura em que a Airbus vive dias agitados, com a aplicação de um plano para o despedimento de 10.000 empregados e a crise financeira causada pelos atrasos nas entregas do A380.