Última hora

Última hora

Primeiro jogo de vídeo iraniano é propaganda

Em leitura:

Primeiro jogo de vídeo iraniano é propaganda

Tamanho do texto Aa Aa

O Irão apresentou publicamente, esta segunda-feira, uma “missão especial” que tem como objectivo a libertação de um casal de cientistas iranianos, capturados no Iraque pelas tropas americanas e levados para Israel. É uma ficção, surgida no primeiro jogo de video desenvolvido no Irão, e que serve de propaganda do regime dirigida a jovens.

O director da União do Comité Islâmico dos Estudantes, responsável pela criação do jogo, afirma que este “assenta na dignidade e no poder dos iranianos em defender os seus direitos e tentar a libertação de quatro diplomatas raptados no Líbano e transferidos para Israel”.

No jogo, desenvolvido em oito níveis, Teerão acusa Israel de estar na posse de quatro diplomatas iranianos capturados no Líbano em 1982 e que segundo o governo iraniano estão vivos algures no Estado hebraico.

A organização islâmica que lança agora este jogo é a mesma que, em 2005, organizou a conferência “Um Mundo sem Sionismo”, onde o presidente Mahmoud Ahmadinejad declarou que o “Estado de Israel deveria ser riscado do mapa”.