Última hora

Última hora

Europeus vão pagar mais pela água

Em leitura:

Europeus vão pagar mais pela água

Tamanho do texto Aa Aa

A água poderá ficar mais cara. A Comissão Europeia propôs, esta quarta feira, um ajustamento dos preços tendo em vista uma maior eficiência na gestão dos recursos hídricos. O relatório apresentado pelo executivo comunitário sobre a seca e a escassez de àgua revela que o número de pessoas e áreas afectadas aumentou cerca de 20% entre 1976 e 2006.

Para o director-geral do Ambiente é fundamental alcançar um compromisso entre os Estados Membros, aquando da implantação da directiva, acrescentando, que esta vai funcionar, por um lado, como um incentivo para economizar e, por outro, como um imperativo social para protecção de fontes e consumidores.

O documento pode ler-se que a escassez de àgua afecta 11% da população Europeia e 17% do território. Em relação à gestão da água, a Comissão Europeia assinala que o uso doméstico deve ter prioridade sobre o agrícola, industrial ou turístico.

Peter Gammeltoft sustenta, ainda, que “os recursos hídricos devem seguir uma estratégia de eficiência idêntica à da energia jà que não é possivel inventar àgua”. Bruxelas quer ver aplicado até 2010 o conceito do utilizador-pagador, mas fontes comunitárias garantem que os novos critérios não devem entrar em vigor antes de 2013.

A seca e a escassez de água integram a agenda da presidência portuguesa da União Europeia e vão estar em debate num conselho informal de ministros do ambiente dos 27, agendada para final do mês em Lisboa.