Última hora

Última hora

Não há sobreviventes ao despiste do avião no Brasil

Em leitura:

Não há sobreviventes ao despiste do avião no Brasil

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro balanço do acidente aéreo em São Paulo aponta para cerca de 200 mortos, naquela que é já considerada uma das piores tragédias da aviação civil do Brasil. Os números, não confirmados oficialmente, foram transmitidos pelo comandante dos bombeiros no local ao governador da cidade de São Paulo.

Ao princípio da noite, um avião da companhia TAM, proveniente de Porto Alegre, falhou a aterragem na pista 35 do aeroporto de Congonhas, atravessou a avenida Washington Luiz e embateu contra um edifício da mesma companhia.

A bordo seguiam 175 pessoas. Para além dos 155 passageiros e da tripulação, o aparelho transportava um quinzena de funcionários da TAM que se deslocavam a São Paulo para participarem numa formação profissional.

As causas do acidente não foram ainda reveladas, as caixas negras do aparelho também ainda não foram recuperadas, mas a imprensa brasileira especula sobre problemas de escoamento de água na pista recentemente construída e revela que já na segunda-feira um outro aparelho tinha feito ali uma derrapagem sem consequências.

No momento da aterragem caía uma chuva abundante sobre a cidade de São Paulo.

Por enquanto não há notícia de cidadãos portugueses entre as vítimas.