Última hora

Em leitura:

Ministros britânicos assumem consumo de drogas


mundo

Ministros britânicos assumem consumo de drogas

A decisão do primeiro-ministro britânico de estudar o eventual endurecimento da lei para a posse e uso de cannabis transformou-se rapidamente numa polémica no Reino Unido. Um dia depois de o chefe do governo ter pedido à ministra do Interior, Jacky Smith, para se encarregar do assunto, a própria ministra assume publicamente ter fumado cannabis, numa entrevista:

“Perguntaram-me e respondi.. foi há mais de 25 anos e fi-lo poucas vezes. E inalou? “Sim, Alistair, e estava errada…” Gostou? “Não especialmente.” Experimentou algo mais? “Não, e aquilo que fiz, agora sabemos que estva errado”. Errado porquê? “Bom, porque é contra a lei…”

Segundo Jacky Smith tudo se passou quando frequentava a Universidade de Oxford, mas não deixa de ser embaraçoso para o governo, tanto mais que seis outros ministros se lhe juntaram na confissão. Até o líder dos conservadores David Cameron parece um pouco perturbado com a questão: “criado em estufas o skunk é inacreditavelmente mais poderoso e completamente diferente do …. Não, acho que vou ficar por aqui.”, disse aos jornalistas

É por causa do skunk, a chamada marijuana holandesa, uma versão mais forte da tradicional cannabis, que a comunidade cientifica acredita que causa disturbios mentais, que o governo pensa mudar a lei e punir com penas de prisão a posse e venda de cannabis.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Presidente do Supremo Tribunal paquistanês pode reassumir funções