Última hora

Última hora

Cheias: pesado balanço económico

Em leitura:

Cheias: pesado balanço económico

Tamanho do texto Aa Aa

São as piores cheias dos últimos vinte anos no Reino Unido e poderão ser também as mais caras, três mil milhões de euros segundo a primeira estimativa da Associação de Seguros. Até ao momento não há perdas humanas mas os danos materiais e económicos ameaçam ser avultados. As chuvas torrenciais dos últimos dias inundaram várias partes do país. Gloucestershire, Worcestershire e Herefordshire são as regiões mais afectadas. Mais de mil pessoas dormiram pela terceira noite em abrigos de emergência, 70 mil habitações estão privadas de electricidade e mais de 140 mil poderão ficar sem abastecimento nas próximas horas. A força aérea britânica colaborou este fim-de-semana com os serviços de emergência nas operações de resgate de mais de 1000 pessoas encurraladas pelas águas. O primeiro-ministro, Gordon Brown deslocou-se às regiões sinistradas e prometeu fundos para as populações afectadas. Bronw explicou que nos últimos dez anos foram gastos anualmente entre 300 a 600 milhões de libras para evitar as cheias, um valor que irá chegar aos 800 milhões nos próximos cinco anos. Perante a catastrofe 70 mil famílias começam a ter falta de água potável e comida, os organismos de segurança tentam responder como podem às carências da população.