Última hora

Última hora

Inglaterra e as consequências da intempérie

Em leitura:

Inglaterra e as consequências da intempérie

Tamanho do texto Aa Aa

Em alguns locais, choveu mais de 12 centímetros em 24 horas. Milhares de pessoas ainda sofrem os efeitos das inundações e deverão continuar a sentir por alguns dias, o que leva a classe política a deslocar-se para os locais mais afectados e também a criticar o governo.

Em Gloucester 350 mil pessoas podem ficar sem água e na região de Gloucestershire meio milhão de cidadãos podem ficar privados de electricidade.

O governo está atento e defende a resposta dada à crise.

O secretário do Ambiente, Hilary Benn, salienta que choveu bastante e essa situação demonstrou que é necessário melhorar os sistemas de drenagem, pois, diz, tratam-se de sistemas com mais de um século. Acrescenta que o melhor que agora há a fazer é assegurar o desenvolvimento do sistema para garantir uma barreira contra inundações, aliada a uma capacidade de drenagem eficiente.

Os serviços de emergência não tiveram mãos a medir para proceder à evacuação de habitações, mesmo com helicópteros e embarcações.

Em algumas regiões, as autoridades apelaram à população para poupar água, face a problemas nas estações de tratamento. Em Gloucester e em Cheltenham, o problema não estará resolvido antes de quarta-feira.