Última hora

Última hora

Oeste de Inglaterra vive as piores cheias dos últimos 60 anos e situação pode agravar-se

Em leitura:

Oeste de Inglaterra vive as piores cheias dos últimos 60 anos e situação pode agravar-se

Tamanho do texto Aa Aa

O exército e a protecção civil britânica mantém em curso a gigantesca operação de socorro às populações afectadas pelas piores cheias dos últimos 60 anos no Reino Unido e a situação está longe de regressar à normalidade. Centenas de milhares de casas continuam sem água potável e electricidade desde sexta-feira. Além disso, as águas ameaçavam hoje a parte histórica de Oxford e mantém-se o estado de alerta em seis condados da zona Oeste de Inglaterra. O exército está a tentar distribuir água potável a 350 mil pessoas de Gloucestershire. Uma habitante da região diz que não tem água corrente nem engarrafada e queixa-se que não pode sair para ir buscar as prometidas garrafas de água.

Em algumas zonas já foi atingido o pico das inundações ontem à noite e esta manhã e as autoridades conseguiram impedir o encerramento da central eléctrica de Walham, em Gloucester, que abastece mais de 250 mil pessoas e que estava ameaçada pelas águas. Cerca de 50 mil habitações já voltaram a ter energia, mas o perigo pode regressar com as fortes chuvas previstas para esta quinta-feira.