Última hora

Última hora

Foi executado um dos reféns sul-coreanos raptados no Afeganistão e libertado um jornalista estrangeiro

Em leitura:

Foi executado um dos reféns sul-coreanos raptados no Afeganistão e libertado um jornalista estrangeiro

Tamanho do texto Aa Aa

Situação difícil na embaixada sul-coreana no Afeganistão, depois de os talibã terem executado um dos 23 reféns e de ameaçarem fazer o mesmo aos restantes. Os islamitas não apresentam provas da execução e fixaram o que dizem ser um derradeiro ultimato.

As autoridades afegãs têm até hoje à noite para libertar prisioneiros, caso contrário, serão abatidos os outros reféns sul-coreanos. Mas Cabul recusa ceder. Seul não confirma nem desmente as informações sobre a execução. Na altura circulavam informações de que seriam provavelmente libertados hoje oito reféns. Cabul confirma a notícia.

Os 23 jovens evangelistas, com idades entre os 20 e 30, foram raptados há uma semana quando viajavam de autocarro entre a capital afegã e Kandahar, no Sul.

Também esta tarde foi anunciada a libertação de um jornalista e do guia. Os responsáveis da província de Kunar afirmam que tem nacionalidade dinamarquesa e não alemã, como foi anunciado a início. O jornalista e o guia tinham sido raptados de madrugada numa zona perto da fronteira com o Paquistão.