Última hora

Última hora

Sarkozy diz que não haverá cooperação nuclear com Kadaffi

Em leitura:

Sarkozy diz que não haverá cooperação nuclear com Kadaffi

Tamanho do texto Aa Aa

Cooperação a todos os níveis e em todos os domínios mas para já fica de fora a cooperação nuclear. São as propostas levadas a Tripoli pelo presidente francês. Nicolas Sarkozy desloca-se à Líbia para uma viagem política acompanhado do seu Ministro dos Negócios Estrangeiros, Bernard Kouchner para “integrar o país de Kadaffi no concerto das nações”, como o explicou ontem claramente durante a conferência de imprensa após a libertação dos seis prisioneiros.

Um dia depois do regresso a casa as enfermeiras bulgaras têm muito para contar sobre os oito anos de cativeiro e as condições de detenção a que foram, onde se podem contar os actos de tortura de que foram alvo, sobretudo no primeiro ano de prisão.

Em Sofia a alegria e o alívio dos familiares dos seis libertados contrasta com a indignação e a cólera das famílias das crianças infectadas em Tripoli que pedem a intervenção da Interpol. Ao mesmo tempo associções dos direitos humanos apelam aos líderes europeus que pressionem a Líbia a respeitar os direitos humanos.