Última hora

Última hora

Grécia, Bulgária e Itália: milhares de hectares em cinzas e o fogo continau a lavrar

Em leitura:

Grécia, Bulgária e Itália: milhares de hectares em cinzas e o fogo continau a lavrar

Tamanho do texto Aa Aa

O sul da Grécia continua em chamas. Desde o princípio da semana, já morreram duas mulheres e um pastor. Há centenas de desalojados. Na região da Arcádia, península do Peleponeso,, o fogo tem uma frente de mais de 30 km. Muitas residências estão ameaçadas. Nalgumas regiões, os termómetros ultrapassam os 48 °.

“O fogo já chegou à aldeia e, à ida para a praia, cruzámo-nos com os bombeiros. Um deles desculpou-se por não terem chegado mais cedo, porque estão a vir directamente de Atenas (a 200 km). É incrível. “ “Não se preocupam connosco…como se nós é que devêssemos combater as chamas! Estamos em perigo… Vejam as nossas casas!”

Portugal enviou um Cannadair para ajudar a combater os fogos florestais… A Bulgária também pediu ajuda internacional para combater incêndios florestais em 9.500 hectares no centro e no nordeste do país. Sofia pediu ajuda à União Europeia à NATO e à Rússia.

Nas regiões de Kazanlak e Dabovo, as autoridades decretaram ontem o estado de emergência. Em Itália, 4.500 hectares de reservas florestais também se transformaram em cinzas, nestas últimas três semanas. Nestes últimos dias, os violentos incêndios provocaram, pelos menos, três mortos (entre os quais um piloto) e prejuízos incalculáveis na costa adriática.