Última hora

Última hora

Conferência internacional debate situação de refugiados iraquianos

Em leitura:

Conferência internacional debate situação de refugiados iraquianos

Tamanho do texto Aa Aa

O Iraque apelou à ajuda internacional para resolver o problema dos mais de quatro milhões de refugiados e deslocados pelo conflito no país. O tema foi discutido numa conferência internacional, sem grandes ambições, realizada ontem em Amã. Para os países de acolhimento como a Jordânia ou a Síria, cabe aos Estados Unidos assumir os seus compromissos na matéria enquanto “força ocupante”. O vice-ministro dos negócios estrangeiros iraquiano, afirmou que, “a reunião serve mais para alertar para o problema do que para encontrar soluções”. Desde a intervenção militar norte-americana no Iraque que mais de 2 milhões de pessoas fugiram do país para a Síria e Jordânia, que afirmam não ter condições para acolher mais pessoas. A ONU tinha em Julho pedido à comunidade internacional mais 123 milhões de euros de ajuda. Os Estados Unidos que se tinham comprometido a acolher 7000 refugiados até ao final do ano, admitiram até agora no território apenas 133 pessoas. No final da conferência em Amã, a conclusão não foi mais do que uma simples constatação: “a resolução do problema dos refugiados iraquiano passa pela estabilização do conflito no país”.