Última hora

Última hora

Kouchner quer diálogo entre as facções libanesas

Em leitura:

Kouchner quer diálogo entre as facções libanesas

Tamanho do texto Aa Aa

A França prossegue os esforços diplomáticos para tentar evitar uma nova escalada da violência no Líbano. Depois do encontro deste mês em Paris com todas as facções libanesas, o ministro dos Negócios Estrangeiros francês chegou a Beirute para uma série de conversas com os responsáveis locais.

Antes de almoçar com o primeiro-ministro Fouad Siniora, Kouchner encontrou o presidente do parlamento, Nabih Berri, um dos representantes da oposição xiita bem como outros elementos da sociedade civil.

Kouchner reconheceu que uma solução para a crise “está ainda longe”, mas avisou que se o “diálogo necessário” não resultar, a consequência será “a guerra”.

Sem uma varinha mágica para resolver a tensão entre a maioria anti-síria, apoiada pelo ocidente e a oposição, próxima de Damasco e Teerão, Kouchner reconheceu que só os libaneses entre si podem encontrar o equilíbrio necessário para evitar novo conflito. Por isso, para a diplomacia francesa, esta viagem é apenas mais um passo a caminho da paz.

Uma estabilidade que é necessária tendo em vista as eleições presidenciais agendadas para o Outono.