Última hora

Última hora

Tripoli acusa Sófia de traição

Em leitura:

Tripoli acusa Sófia de traição

Tamanho do texto Aa Aa

Tripoli criticou energicamente o perdão concedido pela Bulgária às enfermeiras e ao médico detidos na Líbia por alegadamente terem infectado centenas de crianças com o HIV. A diplomacia líbia acusa Varsóvia de ter quebrado um acordo judicial. O Primeiro-ministro líbio Baghdadi al Mahmoudi declarou que “Nós apresentámos queixa à União Europeia, à França, e às outras organizações internacionais envolvidas.- como a Liga árabe- no que se refere à quebra do acordo pelos búlgaros. E este é um precedente verdadeiramente perigoso no que toca a acordos judiciais”.

As autoridades líbias dizem que a amnistia concedida pelo chefe de Estado búlgaro viola um acordo de extradição assinado pelos dois países em 1984

Por seu lado, o médico palestiniano de nacionalidade búlgara, recententemente libertado, afirma que: “os líbios devem respeitar a decisão do presidente búlgaro tanto como o Governo búlgaro respeita respeita a decisão do tribunal em relação à pena de morte”.

As cinco enfermeiras e o médico foram libertados após negociações mediadas pela União Europeia e pela França, e depois de a UE ter oferecido ajuda médica e monetária às famílias das vítimas.