Última hora

Última hora

Terminou ultimato para 22 sul-coreanos raptados no Afeganistão

Em leitura:

Terminou ultimato para 22 sul-coreanos raptados no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Fim do ultimato para os 22 reféns sul-coreanos raptados no Afeganistão. Terminou ao meio dia em Cabul, 8h30 da manhã em Lisboa, o prazo dado pelos talibã para que o governo afegão liberte prisioneiros em troca dos reféns, caso contrário, começarão a executá-los.

O grupo de evangelistas foi sequestrado há 12 dias na estrada entre Cabul e Kandahar. Têm na maioria entre 20 e 35 anos. Na semana passada, um dos reféns, um missionário com 42 anos, foi executado. Pouco antes de expirar o ultimato, os talibã diziam que não queriam perder mais tempo mas as autoridades afegãs recusavam libertar prisioneiros. Queriam que, antes das negociações, fossem libertadas as 16 mulheres reféns.

Face ao impasse, Cabul levantava a hipótese de uma operação militar para os libertar. Os talibã avisam que dividiram o grupo por várias províncias. A situação é complicada e cresce a preocupação em Seul com o destino dos reféns.