Última hora

Última hora

Desemprego desce na Europa

Em leitura:

Desemprego desce na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego na Alemanha esteve a subir muito ligeiramente este mês. O número de pessoas sem trabalho aumentou em pouco mais de 100.000, com a taxa de desemprego a ganhar um décimo de ponto percentual, dos 8,8% para os 8,9%. Os analistas estão pouco preocupados com esta subida, uma vez que se deve às férias. A Alemanha e a vizinha França são as duas maiores economias da Zona Euro. Em ambos os países, o desemprego tem vindo a descer progressivamente nos últimos dois anos. Tanto num caso como noutro, a taxa de desemprego caíu em cerca de dois pontos percentuais, entre Junho e Julho de 2005 e os mesmos meses deste ano. Em França, os dados agora publicados são boas notícias para a ministra da Economia, Christine Lagarde. A taxa de desemprego caíu para o valor mais baixo dos últimos 25 anos – 8%. O governo ganha mais um argumento para cumprir a medida anunciada, de não substituír um funcionário público em cada dois reformados. A queda no número de pessoas sem trabalho registou-se em todos os sectores, incluindo os jovens e os desempregados de longa duração. As taxas de desemprego, em termos não-ajustados, costumam subir ligeiramente nos meses mais quentes, por causa das férias e da inscrição nos centros de desemprego dos jovens que acabam os estudos.
Para o resto do ano, a tendência parece ser para que o desemprego continue a baixar.