Última hora

Última hora

Rebeldes do Darfour iniciam conversações na Tanzânia

Em leitura:

Rebeldes do Darfour iniciam conversações na Tanzânia

Tamanho do texto Aa Aa

Representantes de vários grupos rebeldes do Darfour começaram a chegar esta sexta-feira à capital da Tanzânia para tentar reconciliar divergências. As conversações realizam-se sob a égide da UA e da ONU como preparação para as negociações de paz previstas com o Governo Sudanês. Mas o encontro de três dias dá-se com a ausência de Abdulwahid Elnur, líder do Movimento de Libertação do Darfour, a maior facção rebelde. Um facto lamentado pelo enviado especial da União Africana: “ Os governos da União Europeia apelaram a que todos estivessem aqui. Os Estados Unidos também. E o Conselho de Segurança da ONU. Por isso não podemos fazer mais nada. por isso é lamentável que ele não esteja aqui, mas este processo vai continuar, porque o que está em jogo é o sofrimento do povo do Drafour”, afirmou Salim Ahmed Salim”. Mais de duzentas mil pessoas já morreram na província sudanesa desde 2003. A violência provocou ainda mais de dois milhões de refugiados e uma crise humanitária grave. O líder do maior grupo rebelde declarou que o exército de libertação do Darfour vai boicotar a reunião de Arusha exindo que os combates cessem antes de iniciar quaisquer negociações. O encontro entre facções rebeldes assume particular relevância depois de a ONU ter dado luz verde ao envio de mais de 20 mil soldados e polícias para a província.