Última hora

Última hora

Caso de febre aftosa no Reino Unido

Em leitura:

Caso de febre aftosa no Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

Foi descoberto um caso de febre aftosa numa quinta no sul de Inglaterra. Para evitar que se repita a epidemia de 2001, o Governo britânico proibiu de imediato a deslocação de porcos e de animais ruminantes no território nacional. Foi também estabelecida uma zona de vigilância de dez quilómetros ao redor da exploração agrícola, situada perto de Guilford. “Os animais vão ser abatidos de uma forma humana e incinerados. Obviamente, não haverá piras, nem carcaças queimadas e temos um vasto leque de medidas para identificar o que se passou. É no início que temos que determinar de onde veio o vírus e por onde é que se poderá ter espalhado”, afirmou Debby Reynolds, veterinária que presta assessoria ao Governo Britânico. O primeiro-ministro, Gordon Brown, de férias em Dorset, participou, via telefone, numa reunião de emergência realizada ontem. Este sábado, desloca-se a Londres para participar no encontro do comité de emergência Cobra. O Reino Unido quer evitar a epidemia de 2001, que originou a morte de milhares de animais e levou a Comissão Europeia a proibir a exportação de gado, carne e de produtos lácteos para os restantes Estados Membros.