Última hora

Última hora

Fretilin não comparece à tomada de posse de Gusmão

Em leitura:

Fretilin não comparece à tomada de posse de Gusmão

Tamanho do texto Aa Aa

Xanana Gusmão já tomou posse como primeiro-ministro de Timor-Leste. Na cerimónia não estiveram presentes os dirigentes da Fretilin, que consideram a escolha do ex-presidente “inconstitucional”. Gusmão foi nomeado pelo presidente timorense, Ramos-Horta, que pôs, assim, fim ao impasse que se vivia desde as legislativas de 30 de Junho. É que após as eleições, os partidos não chegaram a um entendimento para constituir uma maioria de Governo, por causa de uma interpretação diferente da Constituição. De acordo com a lei timorense, o primeiro-ministro é designado pelo partido com mais votos ou pela aliança de partidos com a maioria parlamentar. Ora, o CNRT, criado por Xanana, assinou uma aliança com três partidos minoritários, formando assim uma maioria de 65 lugares no Parlamento e um Governo de coligação. A FRETILIN recusa aceitar este Governo, argumentando ter sido o partido mais votado.