Última hora

Última hora

Central nuclear japonesa permanece encerrada

Em leitura:

Central nuclear japonesa permanece encerrada

Tamanho do texto Aa Aa

A actividade da central nuclear japonesa de Kashiwazki-Kariwa ficará suspensa por mais alguns meses, depois do acidente ocorrido a 16 de Julho. A decisão é da Agência Internacional de Energia Atómica, depois de examinada a segurança da central que, de acordo com os especialistas, continua a merecer sérias reservas. Foi isso mesmo que disse Philippe Jamet director do departamento de segurança da agência: “Quando se pensa em reiniciar a actividade tem de haver muito cuidado. São precisos muitos testes, para obter garantias de segurança. É uma metodologia que exige muitos cuidados”. O acidente ocorreu na sequência do sismo que abalou o Japão, com uma magnitude de 6,8 na escala de Richter. Ao abalo sucedeu uma série de pequenas fugas radioactivas, naquela que é considerada a maior central nuclear do mundo. A inspecção está a ser feita por seis especialista da agência que chegaram ao local no princípio da semana.