Última hora

Última hora

ONU prepara-se para voltar ao Iraque

Em leitura:

ONU prepara-se para voltar ao Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas adoptaram, por unanimidade, a resolução de reforço da missão da ONU no Iraque. Há vários meses que os Estados Unidos insistiam na necessidade de uma presença mais forte da organização naquele território. O projecto prevê a prorrogação, por mais um ano, do mandato que hoje termina e define a assistência ao governo iraquiano. Para o embaixador americano na ONU, “ a reconciliação interna é da responsabilidade do povo e do governo do Iraque, mas as Nações Unidas podem ajudar nesse processo”. A resolução, desenhada pelos Estados Unidos e pela Grã-Bretanha, prevê que, se as circunstâncias o permitirem, As Nações Unidas devem colaborar na ajuda humanitária e Direitos Humanos, mas também nos domínios político, eleitoral, constitucional, jurídico e económico.

Ou seja, como defende o embaixador britânico, “é preciso um esforço colectivo para construir um estado democrático e estável no Iraque”. O texto agora aprovado refere em paralelo o importante papel da força multinacional, em termos de segurança, para que os elementos da ONU possam cumprir as suas missões. A preocupação com a segurança mantêm-se desde que, em 2003, um atentado na sede da ONU em Bagdade matou 22 funcionários da organização, entre os quais o representante especial Sergio Vieira de Melo.