Última hora

Última hora

Canadá anuncia medidas para reclamar soberania sobre Pólo Norte

Em leitura:

Canadá anuncia medidas para reclamar soberania sobre Pólo Norte

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia abriu a corrida e os rivais não tardaram a entrar na luta pelo ouro do Árctico. O Canadá anuncia que vai modernizar uma base militar já existente na região árctica, reforçar as patrulhas e criar um porto de águas profundas na Passagem Noroeste, o que lhe permite controlar a via marítima entre o Atlântico e o Pacífico. As iniciativas, prometidas na campanha eleitoral de 2006, foram anunciadas pelo primeiro-ministro Stephen Harper, que realiza uma visita de três dias às ilhas do círculo polar. Segundo Harper, “o novo governo canadiano sabe que o primeiro principio da soberania do Árctico é usá-la ou perdê-la”.

Para além de russos e canadianos, na corrida pelo controlo do Pólo Norte estão ainda os Estados Unidos, Noruega e Dinamarca. Os dinamarqueses têm em curso uma expedição para provar que a Gronelândia está ligado ao Pólo pela cordilheira de Lumonossov, a mesma montanha submersa usada por russos para reivindicar o território. No início de Agosto, Moscovo enviou submarinos e conseguiu plantar uma bandeira a mais de quatro mil metros de profundidade no Árctico. Na base de todas as lutas estão as riquezas que o gelo esconde. Segundo as estimativas, o Árctico possui 25% das reservas mundiais de gás natural e petróleo, que se tornarão acessíveis com as mudanças climáticas.