Última hora

Última hora

Optimismo quanto à libertação dos reféns sul-coreanos

Em leitura:

Optimismo quanto à libertação dos reféns sul-coreanos

Tamanho do texto Aa Aa

Reina algum optimismo, na cidade de Gazni, no Afeganistão, onde prosseguem as negociações directas entre os enviados do governo sul-coreano e os talibã para a libertação dos 21 reféns. Um enviado talibã admite que o assunto deverá ficar resolvido hoje ou amanhã. Um porta-voz dos delegados às negociações, afirma que “tudo está a ser feito para que os reféns voltem para casa e os seus amigos também voltem”. Ou seja, pode estar a ser negociada a troca directa dos reféns por prisioneiros talibã. De acordo com o mesmo porta-voz, “os coreanos vão regressar a casa e os talibã, cuja libertação é reclamada, vão também regressar”, mas não foi anunciada qualquer data.

O presidente afegão, Hamid Karzai tinha até agora recusado a troca de prisioneiros desde que há cinco meses foi fortemente criticado por usar esse método para a libertação de um jornalista italiano. Os talibã já mataram dois dos 23 reféns e ameaçaram por diversas vezes as vidas das 18 mulheres e três homens que ainda têm em seu poder. Junto à embaixada afegã, em Seoul, as vigias e manifestações têm-se repetido. Os coreanos pedem a libertação dos seus e reclamam a retirada sul coreana do Afeganistão.