Última hora

Última hora

Brinquedos da Mattel apresentam risco para as crianças

Em leitura:

Brinquedos da Mattel apresentam risco para as crianças

Brinquedos da Mattel apresentam risco para as crianças
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de dezoito milhões de brinquedos fabricados pela Mattel na China estão a ser retirados do mercado mundial; nove milhões e meio do mercado norte-americano.

A comissão de protecção dos consumidores norte-americanos e o gigante dos brinquedos consideram que estes produtos apresentam riscos para as crianças.

São duas a preocupações fundamentais: os ímanes que podem descolar-se e a pintura dos brinquedos feita com tinta de chumbo.

Entre os brinquedos em causa estão componentes do kit da Barbie com o cão, bonecas Polly Pocket, figurinos do filme “Cars” ou ainda algumas versões de Batman.

Esta medida segue-se a uma longa batalha entre a empresa norte-americana e as empresas subcontratadas na China.

Nancy Nord, a presidente da Comissão norte-americana de Protecção dos Consumidores justifica:
“ A manufactura dos produtos de consumo mudou. Muitos produtos já não são fabricados nos Estados Unidos. Mas uma coisa que não mudou foi a dedicação desta agência para garantir que centenas de milhões de produtos vendidos a 300 milhões de residentes respeitam os padrões de qualidade”

Padrões de qualidade que não são respeitados pelas empresas que produzem componentes para os produtos Mattel.

Há cerca de duas semanas, a Fisher Price que faz parte do grupo Mattel, tinha feito retirar do mercado um milhão de brinquedos fabricados na China.

Pequim tinha obrigado a suspender as exportações de uma destas empresas; o seu proprietário acabou por se suicidar.

A Mattel reembolsa os consumidores que tenham comprado os produtos em causa. A lista completa pode ser consultada no sítio Mattel.com