Última hora

Última hora

CHP boicota candidatura de Gul à presidência turca

Em leitura:

CHP boicota candidatura de Gul à presidência turca

Tamanho do texto Aa Aa

Abdullah Gul oficializou esta manhã a candidatura à presidência da Turquia. A decisão de voltar a nomear Gul para a candidatura à presidência foi tomada na noite de ontem durante a reunião do conselho nacional do AKP, o Partido da Justiça e do Desenvolvimento do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan.

Em conferência de imprensa, o ministro dos Negócios Estrangeiros garantiu que será o presidente de todos os turcos e que vai manter o carácter laico da constituição do país.

No entanto a candidatura de Gul pode mergulhar a Turquia novamente numa grave crise política, como aconteceu em finais de Abril, início de Maio.

O maior partido da oposição, o CHP já afirmou que não marcará presença no parlamento durante as eleições presidenciais por não apoiar a candidatura de Gul.

Este turco diz que se o primeiro-ministro e o presidente pertencem ao mesmo partido só vão dar ligar aos seus interesses. Seria melhor se o presidente não fosse alguém do parlamento.

Esta mulher diz que o facto da mulher de Gul usar um véu islâmico não é um problema. Ele é filho de um muçulmano, os turcos são todos muçulmanos. É uma escolha pessoal.

A primeira volta do escrutínio presidencial decorre já na próxima segunda-feira. De acordo com a constituição, a eleição presidencial requer uma maioria qualificada de dois terços nas primeiras duas voltas. Na terceira volta basta a maioria simples.