Última hora

Última hora

Descarrilamento de comboio russo provocado por bomba

Em leitura:

Descarrilamento de comboio russo provocado por bomba

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades russas não têm dúvidas que foi a explosão de uma bomba artesanal que provocou o descarrilamento do “Nevski Express”, que fazia a ligação entre Moscovo e São Petersburgo.

Segundo uma fonte do ministério russo do Interior, o engenho foi comandado à distância e o tipo de explosivo encontrado é semelhante ao que foi usado contra o comboio que fazia a ligação entre Moscovo e Grozny, em Junho de 2005, mas os investigadores não formularam ainda nenhuma hipótese sobre a autoria do ataque.

A explosão ocorreu na região de Novgorod, 500 quilómetros a norte de Moscovo e a 170 quilómetros de São Petersburgo. A bomba foi colocada na via férrea, junto a uma ponte.

Pelo menos 60 pessoas ficaram feridas, duas em estado grave.

Vladimir Putin que se encontra de visita a uma região próxima da fronteira com a Mongólia segue de perto a evolução das investigações e deu ordens, por telefone, ao ministro dos Transportes para que tudo seja feito para ajudar as vítimas e para restabelecer o mais rápido possível a ligação ferroviária.

As equipas no local contam concluir até ao fim do dia os trabalhos de desimpedimento da via e a ligação entre Moscovo e São Petersburgo poderá ser retomada esta noite. Esta linha é utilizada por muitos turistas, mas não há notícia de vítimas estrangeiras.

O chefe dos serviços secretos russos anunciou o reforço do dispositivo anti-terrorista, até às eleições legislativas de Dezembro.