Última hora

Última hora

Morte de seis italianos em Duisburg: um incidente com um passado violento

Em leitura:

Morte de seis italianos em Duisburg: um incidente com um passado violento

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro italiano do Interior Giuliano Amato diz que o crime desta noite em Duisburg – em jeito de execução sumária – é o último episódio de um longo conflito entre duas famílias da Mafia calabresa.

A N’Drangheta é uma organização criminosa com uma posição dominante no tráfico de drogas, considerada mais secreta e imprevisível que a Cosa Nostra siciliana.

Amato afirma que (o crime desta noite) “é o seguimento de um assassinato em San Luca que envolveu diferentes famílias de criminosos. Um dos autores do crime inicial encontrava-se entre os mortos desta noite em Duisburg”.

O ciclo de vinganças conhecido em Itália como a “vendetta de San Luca” teve início em 1991 com uma rixa entre famílias que, até ao ano 2000, se saldou em seis mortos.

A violência interfamiliar tomou novo fôlego na Natal de 2006, com o assassinato da esposa do chefe de um dos clãs da N’Drangheta. Desde então, produziram-se onze assassinatos, os últimos dos quais em território alemão.