Última hora

Última hora

Mercados europeus operam no verde, depois de abertura em ligeira queda

Em leitura:

Mercados europeus operam no verde, depois de abertura em ligeira queda

Tamanho do texto Aa Aa

Os mercados europeus mantêm-se em terreno favorável, com os principais índices a operar no verde, depois de uma abertura em baixa ligeira. A Bolsa de Lisboa, que ontem fechou com as maiores perdas dos últimos nove anos, acompanhava esta manhã a tendência das bolsas europeias, ou seja, abriu em queda e depois recuperou ligeiramente para terreno positivo

Os mercados acompanham portanto o comportamento melhor do que o previsto de Wall Street. As bolsas resistem à forte tendência negativa das últimas duas semanas, provocada pela crise no crédito imobiliário de alto risco nos Estados Unidos. Um analista da bolsa de Londres acha que o problema está na incerteza em relação ao futuro, e confessa que ficaria surpreendido se os próprios bancos soubessem o que se passa em todos os negócios, em especial os que são feitos em regiões mais exóticas.

A Bolsa de Tóquio fechou mergulhada no vermelho. O Nikkei encerrou a sessão a perder 5,42 por cento, a percentagem mais baixa desde 12 de Setembro de 2001, o dia seguinte aos atentados às Torres Gémeas de Nova Iorque. Entre os mais prejudicados com a crise de nervos instalada nos mercados mundiais estão as famílias que, bastante endividadas, não sabem onde encontrar condições para pagar os empréstimos das casas.

Os bancos centrais já fizeram várias injecções de capital.