Última hora

Última hora

Mexicanos preparam-se para receber Dean

Em leitura:

Mexicanos preparam-se para receber Dean

Tamanho do texto Aa Aa

Autoridades e habitantes da costa mexicana caribenha preparam-se como podem para a passagem do furacão Dean, obrigando ao fecho e à evacuação de plataformas petrolíferas. A intempérie, que alcançou o nível máximo de alerta, dirije-se para a Península de Iucatão onde se situa o conhecido paraíso turístico de Cancun.

A polícia ordenou aos automobilistas que saíssem das estradas enquanto os donos de lojas e outros estabelecimentos comerciais tapam portas e janelas. Mais de 90 mil turistas abandonaram a região de Cancun e ilhas vizinhas nos últimos dias.

Os ventos que formam a gigantesca tempestade atingem os 250 quilómetros por hora e já mataram 11 pessoas. O Furacão Dean trás à memória o pesadelo que resultou da passagem do furacão Wilma, a maior tempestade atlântica registada até à data e que provocou estragos avaliados mais de dois mil milhões de dólares.

Na Jamaica o Dean deixou um rasto de destruição, que embora não tenha causado vítimas mortais desalojou mais de 300 mil pessoas.