Última hora

Última hora

Clima de tensão na Alemanha

Em leitura:

Clima de tensão na Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

Relançar o debate sobre a xenofobia no leste da Alemanha. É o que pedem centenas de manifestantes e o Conselho Central de Judeus daquele país. Em causa estão as recentes agressões a um grupo de cidadão indianos, no Estado da Saxônia, em Muegeln.

As notícias sobre o ataque apanharam de surpresa tudo e todos. A embaixadora da India na Alemanha, Meera Shankar, mostrou-se preocupada com o incidente, acrescentando, que pretende reunir-se com os responsávis pela segurança da região para evitar que casos como estes se voltem a repetir.

Numa altura em que o sector industrial do país enfrenta uma grave carência de mão-de-obra qualificada, este tipo de ataques aumenta os receios por parte das comunidades estrangeiras. O presidente de Muegeln, Gothard Deuse, mostra-se surpreendido pelo facto das pessoas que se encontravam no local não terem reagido, justificando, a passividades dos residentes com o medo de serem, também, agredidos.

A imagem das vítimas com olhos negros correram o mundo e não deixaram ninguém indiferente. Estima-se no país vivam, actualmente, cerca de 45 mil indianos. O incidente levou à detenção de dois homens, que entretanto, foram já libertados. Desde a reunificação alemã, em 1990, os episódios de violência racial tem vindo a aumentar no leste do país.