Última hora

Última hora

UE levanta embargo ao gado britânico

Em leitura:

UE levanta embargo ao gado britânico

Tamanho do texto Aa Aa

A Grã-Bretanha vai poder retomar as exportações de gado e produtos animais a partir de sábado. A decisão foi tomada esta manhã pela comissão veterinária da União Europeia (UE). Os únicos casos em que o embargo se mantém são os de gado ou produtos animais provenientes de explorações situadas a menos de 10 quilómetros dos locais onde foram detectados casos de febre aftosa.

Mesmo se o levantamento do embargo não é total, o responsável pela Agência Veterinária britânica, Fred Landeg, mostra-se agradado com a decisão e refere que “não estava à espera que ela fosse tão positiva”. No entanto, acrescenta que “há algumas medidas administrativas a aplicar para efeitos de certificado antes dos animais serem exportados sob regras estritas.”

De facto apesar da reacção rápida das autoridades britânicas para controlarem a doença, a agência britânica estava à espera de um levantamento do embargo apenas para produtos animais, como a carne ou o leite e não o gado vivo.

Philip Todd, o porta-voz do comissário da Saúde, Markos Kyprianou, explica que a decisão só “foi possível devido às acções rápidas levadas a cabo pelas autoridades britânicas. As restrições de movimento impostas em larga escala, o facto de serem capazes de identificar rapidamente a fonte da infecção e a aplicação de medidas estritas para controlar e erradicar a doença.”

Surgida no início de Agosto, a febre aftosa só foi confirmada em duas explorações de gado situadas
perto da aldeia de Normandy, no Surrey.

Perto de 600 animais, essencialmente vacas, foram abatidos desde o aparecimento do primeiro foco de febre aftosa na região.