Última hora

Última hora

Liverpool em choque com a morte de jovem de 11 anos

Em leitura:

Liverpool em choque com a morte de jovem de 11 anos

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia britânica deteve dois adolescentes, de 14 e 18 anos, suspeitos da autoria dos disparos que mataram Rhys Jones, um rapaz de 11 anos. O jovem foi alvejado quando jogava futebol com amigos, no parque de estacionamento de um bar. Um incidente que relança o debate sobre violência juvenil na Grã-Bretanha onde desde o início do ano já morreram oito jovens em circunstâncias semelhantes. O tiroteio ocorreu no bairro de Croxteth, em Liverpool, onde os habitantes ainda não acreditam no que aconteceu. “arrasada, estou arrasada, digamos que eu não saía à noite por estes lados onde andam dezenas e dezenas de miúdos grandes”, declarou uma mulher que vive nas imediações do tiroteio. Uma segunda residente afirmou que a situação era“um choque absoluto, e imagino como se estão a sentir os pais, depois de o filho ter ido jogar futebol numa noite de verão e ter ser abatido a tiro, é inacreditável”. Já os companheiros da vítima declararam que “não há nada de mal que se possa dizer dele, todas as manhãs ele tinha um sorriso, se alguém tentasse meter-se com ele, afastava-se”. “era um grande amigo e vamos todos sentir a sua falta”.

Os dois suspeitos da morte de Rhys Jones foram entretanto libertados sob termo de identidade e residência. O número de jovens britânicos detidos com armas de fogo aumentou cerca de 20 por centro entre 2001 e 2005, segundo números oficiais publicados no início deste mês. O fenómeno da violência juvenil é um problema que o Governo de Gordon Brown prometeu esta quinta-feira começar a seguir com maior atenção.