Última hora

Última hora

Birmânia: Detidos mais 2 militantes pela democracia

Em leitura:

Birmânia: Detidos mais 2 militantes pela democracia

Tamanho do texto Aa Aa

Não é muito habitual conseguirem-se imagens de detenções na Birmânia, agora Myanmar. Estas foram rodadas com câmara oculta pela Democratic Voice of Burma, uma produtora de televisão sedeada em Oslo e que é a favor da democracia no país asiático. O vídeo retrata a detenção de dois activistas, um dos quais Htin Kyaw, que organizava na próxima quarta-feira uma manifestação supostamente para protestar contra o aumento do preço dos combustíveis que duplicaram de valor. Passam assim a ser 67, os activistas detidos pela junta militar da Birmânia desde terça-feira. Os militantes estão detidos na temida prisão de Insein e podem ser condenados a um encarceramento de 20 anos se forem julgados.

Entre os detidos está Min Ko Naing, literalmente “o conquistador de reis”, o mais influente militante da oposição a seguir a Aung San Suu Kyi, a prémio Nobel da paz e ícone da democracia que já passou 15 anos atrás das grades. Entretanto, na vizinha Tailândia, cerca de uma centena de pessoas manifestou-se em frente à embaixada de Myanmar em Banguecoque. Os manifestantes exigiram a libertação de todos os estudantes que participaram no levantamento popular de 1988, contra o regime militar birmanes.