Última hora

Última hora

Procuradoria anuncia dez detenções no caso Politkovskaya

Em leitura:

Procuradoria anuncia dez detenções no caso Politkovskaya

Tamanho do texto Aa Aa

A Procuradoria-Geral russa anunciou terem sido detidas dez pessoas, suspeitas de implicação no homicídio da conceituada jornalista Anna Politkovskaya. Citado pelas agências noticiosas russas e durante um encontro com o presidente Vladimir Putin, o procurador-geral Yuri Chaika declarou ainda que em breve os suspeitos serão formalmente acusados.

A jornalista foi assassinada a 7 de Outubro do ano passado, baleada na cabeça e no peito, à porta de casa em Moscovo. O crime ocorreu numa altura em que a jornalista, autora de inúmeros livros e galardoada com vários prémios, preparava um artigo sobre tortura e violação dos direitos humanos na Chechénia.

Trabalhava desde 1999 para o jornal Novaya Gazeta e criticava com dureza o actual presidente russo. Muitas pessoas acreditam que o Kremlin ou figuras próximas do círculo político de Vladimir Putin estiveram por detrás da sua morte. Sobre os suspeitos agora detidos, não foi adiantada qualquer informação.