Última hora

Última hora

Extradição de Noriega para França aceite

Em leitura:

Extradição de Noriega para França aceite

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça norte-americana autorizou a extradição para França do general panamiano Manuel Noriega, que está a concluir uma pena de 17 anos de prisão por tráfico de droga. Em 1999, um tribunal francês julgou-o à revelia e condenou-o a 10 anos de prisão por branqueamento de capitais.

O juiz norte-americano, que deu provimento ao pedido de extradição, rejeitou o argumento da defesa de que Noriega é um prisioneiro de guerra e que por isso deve regressar ao Panamá. Mesmo nesse cenário, Noriega tem à sua espera a justiça do seu país, por alegados crimes cometidos contra opositores do seu regime, entre 1983 e 1989. O general, antigo colaborador da CIA, foi detido em 1990 na sequência da invasão norte-americana do Panamá.