Última hora

Última hora

Oposição política ataca governo em plena crise de incêndios

Em leitura:

Oposição política ataca governo em plena crise de incêndios

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia está em chamas há cinco dias e agora começam a eclodir incêndios políticos contra o governo. Mais de duas mil pessoas, apoiadas pelos partidos de esquerda, na oposição, protestaram em Atenas pedindo a demissão do governo e levantando suspeitas de interesses financeiros por detrás dos fogos.

Mais de 60 pessoas já morreram, centenas de casas foram queimadas e existem milhares de desalojados. A duas semanas de eleições legislativas, a tragédia passou a ter aproveitamento político. Os socialistas do PASOK acusam o executivo de incompetência na resposta à crise e o governo defende-se culpando alegados pirómanos. No terreno, muitas povoações ficaram cercadas pelas chamas o que obrigou os militares a enviarem helicópteros para concluir a evacuação de vilas e aldeias, em alguns casos, como este, feitas em cima da hora.

As autoridades receiam que o número de vítimas mortais possa aumentar. Dirigentes locais acusam especuladores imobiliários de provocarem incêndios mas o governo anunciou que toda a floresta ardida vai ser replantada e protegida. Sete pessoas foram já constituídas arguidas por suspeita de fogo posto.