Última hora

Última hora

Rei belga convoca conselho da coroa ao 78o dia de crise governamental

Em leitura:

Rei belga convoca conselho da coroa ao 78o dia de crise governamental

Tamanho do texto Aa Aa

O monarca belga convocou ontem o conselho da coroa, pela primeira vez em quase meio século, para tentar solucionar uma das mais graves crises políticas do país. O órgão formado por antigos primeiros-ministros, deverá discutir um plano para resolver o vazio de poder que se prolonga há 78 dias, face ao desentendimento entre flamegos e valões para formar governo.

Os antigos chefes de estado Guy Verhofstad, um liberal, e o seu antecessor no cargo, Jean-Luc Dahenne, um cristão-democrata, sucederam-se ontem no palácio real. Este último com um documento, fotografado pelos jornalistas, que propõe a formação de um governo transitório de coligação entre liberais e democratas-cristãos com vista a uma reforma do Estado que permita convocar eleições para 2009.

Os partidos francófonos recusam-se a aceitar qualquer entendimento, enquanto os flamengos não desistirem das intenções de transferir mais poderes do estado para as três regiões do país.

Na semana passada, o vencedor das eleições de 10 de Junho, Yves Leterme, tinha desistido de tentar negociar um governo de coligação. O seu sucessor poderá ser o francófono Raymond Langendries, antigo presidente da câmara dos representantes, um democrata-cristão considerado como uma personalidade neutra e consensual.