Última hora

Última hora

Incêndios podem custar 1,2 mil milhões de euros

Em leitura:

Incêndios podem custar 1,2 mil milhões de euros

Tamanho do texto Aa Aa

A ajuda já começou a chegar às famílias gregas que perderam tudo nos incêndios que continuam a devastar o país. Água, viveres, roupa e cobertores estão a ser distribuídos aos necessitados. O número total de sinistrados ainda não é conhecido, mas pelo menos 700 famílias já começaram a receber apoio.

O governo abriu também uma linha telefónica para que todos os que necessitem ou queiram oferecer ajuda ligarem. As famílias começaram a afluir aos bancos esta quarta-feira para recolher os 3000 euros de ajuda de urgência disponibilizada pelo Estado. O apoio pode chegar aos 10 mil euros para quem tenha perdido familiares no fogo. Os peritos gregos já estão no terreno a avaliar a dimensão dos estragos.

O governo helénico tenta estimar os prejuízos que os incêndios estão a provocar. O ministro das finanças anunciou que o custo pode ascender a 0,6% do PIB, ou seja 1,2 mil milhões de euros. Para a população, a primeira ajuda que estão a receber é manifestamente insuficiente, tendo em conta a dimensão das perdas. Danita Huber, a comissária europeia da política regional, visita a Grécia sexta-feira antes de anunciar a ajuda financeira que a União poderá disponibilizar.

O desespero toma conta duma população que perdeu tudo. É o caso duma família de agricultores que vivia das oliveiras e laranjeiras e que agora vê tudo destruído. Politicamente, a oposição socialista continua atrás dos conservadores nas sondagens para as legislativas de 16 de Setembro. Isto apesar do governo estar sob a linha de fogo da sociedade civil pela ineficácia no combate às chamas.