Última hora

Última hora

Turcos reagem à eleição de Abdullah Gul

Em leitura:

Turcos reagem à eleição de Abdullah Gul

Tamanho do texto Aa Aa

A eleição de Abdullah Gul como novo Presidente da Turquia fazia as primeiras páginas dos principais jornais do país esta manhã. Um dia depois de o Parlamento ter eleito o conservador como décimo primeiro chefe de Estado da era moderna, as reacções em Istambul dividiam-se: “acredito que ele vai mostrar uma liderança clara e objectiva. ele já tem experiência de Estado. Penso que ele vai acolher todos os turcos” afirmava um habitante da cidade.

Mas nem todos estão assim tão optimistas. Para alguns a eleição de Gul significa o receio de um regresso à Turquia de outros tempos: “eu não estou contente por ele. penso que ele é contra os princípios de Ataturk”, referiu um outro. O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros tomou posse esta terça-feira, apesar das objeções por parte de uma elite militar secularista e poderosa, que receia que o antigo diplomata se prepare para re-introduzir os valores islâmicos no seio do Estado.

Ao contrário de outras investiduras do passado, as altas patentes do exército, bem como os líderes da oposição estiveram ausentes da cerimónia. A eleição de Gul foi uma vitória para o AKP, partido eleito pela primeira vez em 2002 e que foi o grande impulsionador da candidatura turca à União Europeia.

Entretanto, algumas centenas de militantes pro-laicos protestaram junto ao palácio presidencial de Ancara contra a eleição de Gul.Ao mesmo tempo, na terra natal de abdullah Gul, milhares de apoiantes do antigo militante islamista celebravam o novo Presidente turco.